Newsletter subscribe

Artigos

Como evitar ciladas de um novo emprego?

Posted: 8 de junho de 2018 às 6:00 am   /   by   /   comments (0)

Rosa Krausz*

Você acaba de ser contratado por uma empresa. Logo nos primeiros dias, sente um clima de tensão no ar. Isso o contamina, você começa a se preocupar e vai em busca de respostas. Então, começa a se dar conta de que a empresa está bem longe de ser o que você imaginava.

Como evitar essa cilada? O ideal, antes de mais nada, é buscar informações sobre a empresa que irá te contratar: situação financeira, rotatividade, imagem no mercado, como lida com seus colaboradores, clientes, fornecedores, etc.

Embora os recrutadores tendem a limitar o acesso às informações sobre a empresa contratante, caberá a você adotar uma postura proativa e buscar os dados necessários para saber onde irá trabalhar.

A internet é um caminho. Basta o CNPJ da empresa para saber se há pendência em processos trabalhistas, o que poderá indicar sinal vermelho. As redes sociais também são boas aliadas para descobrir informações importantes.

Mesmo que não haja nenhuma informação negativa sobre a empresa, aceitar um novo emprego poderá envolver riscos, pois é através da vivência cotidiana que você irá constatar se a realidade corresponde, pelo menos em parte, ao que esperava.

Fuja da energia pesada

Ambientes depressivos, falta de reconhecimento, pessimismo, insatisfação e pressão tendem, a médio e longo prazo, a contaminar até os mais otimistas. Se você está feliz em sua nova posição e acredita estar fazendo um bom trabalho, será mais fácil ficar imune ao desânimo coletivo.

Mas se a maioria estiver insatisfeita, sua postura de “funcionário feliz” poderá incomodar algumas pessoas, que tenderão a marginaliza-lo. Daí a importância de as empresas cultivarem o bem-estar e a tranquilidade no ambiente de trabalho, fatores estes que contribuem para a elevação da produtividade e automotivação dos colaboradores.

Para não se deixar levar pelo astral negativo de colegas, busque fugir da tensão, tentando alternativas como:

* Exercitar seu nível de resiliência. Evite se irritar com coisas sem importância e aprenda a ver o lado positivo dos acontecimentos

* Aprender a lidar com a diversidade e com o fato de as pessoas serem diferentes. Conviver com indivíduos de valores e culturas distintos aos seus não impede uma convivência harmoniosa e respeitosa

* Estar em um ambiente novo, diferente, é uma ótima oportunidade de aprendizado profissional e pessoal. Saiba filtrar e absorver somente o que te fará crescer

Seja cauteloso ao pedir feedback

Embora o feedback contribua para nosso desenvolvimento, nem sempre é bem compreendido. Funcionários que estão interessados em saber se estão sendo produtivos para a empresa poderão ser vistos de forma positiva, em alguns casos.

No entanto, o entendimento desta iniciativa poderá soar como uma certa prepotência. Em muitas empresas, se ninguém reclamou, é porque você está indo bem!

Por isso, antes de tomar essa ou qualquer atitude cuja consequência ainda é desconhecida por você, procure saber com seus colegas mais próximos como funcionam determinados processos.

Por fim, não se esqueça: se você passou por um processo de seleção, é porque atendeu os critérios de qualificação da empresa. Além disso, convém ter em mente que funcionários novos são uma fonte potente de renovação e oxigenação do ambiente, elementos estes primordiais para gerar sucesso nas empresas contemporâneas!

*Rosa Krausz, Coach Executiva e Empresarial, Fundadora e atual Diretora Científica e de Formação da ABRACEM (Associação Brasileira de Coaching Executivo e Empresarial), www.abracem.org.br, uma entidade jurídica, sem fins lucrativos, formada por um grupo de profissionais experientes da área de Recursos Humanos, que promove, divulga e exerce esta atividade em um elevado nível de excelência técnica, relacional e ética.