Receba a Newsletter

Artigos

Meu salário não aumenta. O que fazer?

Publicado em: 12 de janeiro de 2018 às 6:00 am   /   by   /   comments (0)

Nelson Fukuyama*

Se você é assalariado e já está sentindo que “”está sobrando mês no seu salário””, pois o dinheiro que recebe não está sendo suficiente para pagar todas as despesas normais, e que está começando a abusar dos cartões de crédito e cheques especiais, está mais do que na hora de buscar alternativas para mudar a situação.

Uma delas é começar a cortar os gastos considerados supérfluos como baladas, barzinhos, restaurantes, cinema, teatro e shows. Viagens? nem pensar. A conseqüência é que a sua rotina poderá ter que ficar reduzida a casa-trabalho-casa.

Outra alternativa que pode passar na sua cabeça é: vou pedir um aumento de salário, afinal faz tempo que não tenho um aumento de verdade. Quando chega nessa hora é preciso tomar muito cuidado para não acabar tendo mais prejuízo.

Antes de falar em aumento de salário dentro de uma empresa é preciso levar em conta muitos fatores que infelizmente muitos profissionais não consideram e acabam “”quebrando a cara””. Vamos ver…..

Muitos se acham no direito absoluto de merecer um aumento salarial. Pedir aumento porque não está conseguindo conviver com tantas despesas certamente nunca foi um bom argumento. Mas as empresas têm as suas regras e limitações para dar aumento aos seus funcionários. Veja o que elas podem dizer para você, para dar ou não um aumento salarial.

“”Tem tanta gente disponível no mercado de trabalho em busca de uma oportunidade pedindo um salário bem menor que o seu. Se não está satisfeito, pode se demitir””. Essa é claro a pior resposta que você poderá ter.

“”Nós estamos pagando salários justos em relação ao mercado e que temos dado aumentos com base nos índices oficiais, considerando o aumento do custo de vida, etc.”” Nesse caso, se você estiver incluído em uma categoria profissional com grande representação sindical, pode se sentir feliz, pois as reivindicações salariais variam de sindicato para sindicato e são bem consideradas pelas empresas. Aumento extra? nem pensar também.

“”Nós concedemos aumentos salariais com base na avaliação de desempenho, para saber se o funcionário é bom, que vem desenvolvendo bem o seu trabalho e está agregando valores à nossa empresa””. Aí vai, ninguém melhor que você para saber se tem atendido às exigências e de que seu avaliador seja ponderado para avaliar bem sua performance.

Você poderá ainda argumentar: será que ninguém nesta organização valoriza aquilo que estou fazendo? como eu faço para que alguém perceba meu real valor?

Se a sua intenção é manter-se na empresa atual, comece a se valorizar e empenhar-se mais em suas funções, procurando um lugar de destaque, isto é um sinal para seus superiores começarem a te ver com outros olhos, e te incluir em novos projetos que irão resultar em uma boa remuneração. A empresa espera de seu funcionário é que ele goste do seu trabalho e queira crescer dentro dela, e é isso que ela quer ouvir de alguém que está procurando um aumento de salário, não reclamações e ameaças.

*Nelson Fukuyama é Co-Fundador, Gestor e Colunista do portal Dicas Profissionais, Diretor e Administrador da Yama Educacional e Colunista dos portais Carreira&Sucesso, da Catho e Administradores.com para os quais fala sobre comportamento no ambiente de trabalho, com base em sua trajetória profissional ascendente, de trainee de consultoria externa a diretor de empresas nacionais e multinacionais.