Não desista diante de uma dificuldade, lute

Patrícia Camargo*

“Você nunca sabe a força que tem, até que a sua única alternativa é ser forte”

Li na internet esta frase atribuída a Johnny Depp e me peguei pensando nas dificuldades da vida: minhas, dos meus pacientes, dos meus familiares e amigos, das pessoas ao meu redor.

As adversidades da vida existem para serem superadas, para nos testarem, para nos gerarem um resultado que invariavelmente nos levarão ao aprendizado e ao amadurecimento. Somente após vencermos uma adversidade e sermos testados em nosso ponto fraco, poderemos dizer “sou forte, sou responsável, sou paciente, sou correto” ou qualquer qualidade testada naquele momento.

Assim é a vida, e assim vamos aprendendo ou desenvolvendo determinadas características. Numa situação difícil, podemos num primeiro momento pensar em desistir. Até que – como diz a frase – não temos outra alternativa a não ser seguir adiante. E, portanto, ser forte passa a ser a única alternativa.

Muitas vezes nos ressentimentos pelas adversidades que enfrentamos. Outras vezes pensamos logo em desistir, por vezes fugir daquela situação, contornar o problema ao invés de enfrenta-lo. Lembro-me de uma situação em que o rapaz soube da morte de sua mãe enquanto assistia a um filme. Ele nada fez ao receber a notícia, continuou vendo o filme, “se eu não fizesse nada, era como se tudo continuasse igual e ela não tivesse morrido”.

Infelizmente não é assim que as coisas se resolvem.

De fato, somos muito mais fortes do que pensamos. Pense num grande problema que você teve alguns anos atrás e veja como você está hoje. Diria que iria sobreviver? Que daria conta de passar por aquele terremoto? Que na verdade, hoje, olhando para trás, o problema nem era assim tão grande quanto você pensava? Ou que foi MUITO maior, e no entanto você se surpreendeu com suas atitudes e com o fato de ter vencido aqueles momentos tão difíceis?

É por isto que ser forte acaba sendo a sua única alternativa : porque estamos aqui para isto : aprender-ensinar, refletir-agir, errar-acertar, sorrir-chorar… em infinitas combinações, que nos farão termos orgulho de nós mesmos, ao batermos no peito dizendo :”eu venci”.

*Patrícia Camargo – www.patriciacamargo.com.br – é Coach Pessoal/Afetiva e Psicanalista Clínica, autora do site Coaching e Psicanalise, fundadora e curadora do Grupo de Estudos de Coaching & Desenvolvimento Pessoal de Sorocaba e coautora do livro “Coaching: grandes mestres ensinam como estabelecer e alcançar resultados extraordinários na sua vida pessoal e profissional”. Contatos: e-mail: coaching@patriciacamargo.com.br; telefone: (15) 9 9855-2277; WhatsApp (19) 9.9739-4019 e Facebook: https://www.facebook.com/coachepsicanalista e site www.coachingepsicanalise.com.br


Vídeo recomendado:

Administração do Tempo

Julio Amorim dá 4 dicas preciosas que irão te ajudar no gerenciamento de atividades e tornar seu vida profissionais mais produtiva.