Nunca faça da mentira um argumento em suas vendas

Eduardo Zugaib*

A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade. Dizer a verdade é mais fácil. Inclusive de lembrar. Você não precisa ficar montando pedaços de conversas anteriores, lembrando-se do que disse para uma pessoa que não disse para outra e vice-versa. Se o que você pretende dizer a um é diferente do que vai dizer a outro, tratando-se do mesmo assunto, melhor ficar quieto. Não dizer nada para ninguém e deixar a verdade amadurecer por completo na sua cabeça, para que possa ser dita na hora certa, com a consciência
tranquila. Sustentar versões diferentes para uma mesma história é sinal de problemas psicossociais graves.

Credibilidade é o bem mais precioso que uma pessoa carrega na sua bagagem. Sua marca pessoal sustenta-se em valores assim, que fazem as pessoas concluírem que é bom negócio acreditar em você e naquilo que você vende.

A maior parte das crises nos relacionamentos, especialmente em vendas, nascem por expectativas não cumpridas. Daí a necessidade de se jogar limpo, ter fair play, mesmo que num primeiro momento opte-se por não atender. Em questões importantes como prazo, quantidade disponível e qualidade, é melhor dizer sempre a verdade a respeito da real capacidade de atendimento.

Vender a mãe e entregar um cunhado barrigudo, fedido e banguelo pode até ajudar você a cumprir a sua “meta do dia”, mas, ao longo do tempo, vai prejudicar sua meta de vida. Se a capacidade de atendimento deixa você inseguro, melhor não amarrar o cliente com promessas que não poderá cumprir. A tesoura que vai cortar essas amarras é a mesma que deixará a sua credibilidade em pedaços. Logo, melhor jogar limpo, recuar num primeiro momento e manter a porta aberta do que ter mais um cliente “bossa nova”: aquele que te dá “uma nota só” e vai embora, maldizendo você e sua empresa para o resto da vida.

Lincoln, o presidente americano, já dizia que “você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as
pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.” Em vendas, essa verdade multiplica-se pela quantidade de clientes que você tem e que, nesse mundo conectado se conversam, mesmo sem você saber. Em vendas, o mundo é pequeno demais para quem faz da mentira um argumento.

*Eduardo Zugaib – www.eduardozugaib.com.br – é escritor, autor do Best Seller “A Revolução do Pouquinho”, profissional de comunicação e marketing, professor de pós-graduação, palestrante motivacional e comportamental. Ministra treinamentos nas áreas de Desenvolvimento Humano e Performance Organizacional.


Vídeo recomendado:

Administração do Tempo

Julio Amorim dá 4 dicas preciosas que irão te ajudar no gerenciamento de atividades e tornar seu vida profissionais mais produtiva.