Newsletter subscribe



Artigos

O Líder precisa ter Carisma! Será?

Posted: 6 de junho de 2014 às 8:33 am   /   by   /   comments (0)

 

Marco Fabossi*

Darwin E. Smith, em 1971, tornou-se Presidente da Kimberly-Clark, uma empresa que durante 100 anos tinha sido apenas uma coadjuvante medíocre no mercado de papel. O retorno para seus investidores havia caído 36% abaixo do mercado de ações pelos 20 anos anteriores à nomeação de Smith.

Vinte anos após sua nomeação, Smith tinha gerado aos investidores retorno que superou o mercado em mais de quatro vezes. Apesar de ser um dos maiores CEOs e líderes do século XX, Darwin Smith é pouco conhecido, porque é tímido, reservado e procura evitar os holofotes, preferindo que a atenção se dirija para sua equipe e para empresa.

No início de seu mandato como CEO, um dos diretores o chamou de lado e lhe disse:
– Darwin, faltam-lhe algumas qualificações para esta posição.

Tempos depois, Smith resumiria sua atuação dizendo simplesmente:
– Eu nunca deixei de tentar tornar-me cada dia mais qualificado para o cargo.

É muito comum ouvirmos que uma das principais características de um grande líder é o carisma, mas afinal, o que é carisma? A palavra carisma vem do grego, e significa “dom de inspiração divina”; em outras palavras, o líder que tem carisma é aquele que inspira as pessoas, e que apresenta três características básicas: autoconfiança, domínio próprio e integridade.

Muitos entendem que carismático é o líder que tem facilidade de falar em público, que vive sorrindo para as pessoas, ou que consegue capturar a atenção das pessoas, mas isso nada tem a ver com carisma. Se pensarmos em grandes líderes como Abraham Lincoln, Madre Teresa de Calcutá, Gandhi e Jesus Cristo, para mencionar apenas alguns, não encontraremos atrativos pessoais tão destacados assim. Essa consciência se torna importante, à medida que algumas pessoas consideram não ter um perfil adequado para liderar, por se considerarem introvertidas, pouco “alegres” ou inaptas para comandar. Se você pensa assim, por favor, reconsidere essa ideia.

Os sociólogos afirmam que mesmo as pessoas introvertidas influenciarão, em média, 10 mil pessoas durante sua vida, ainda que não tenham a intenção de liderar. Portanto, não se preocupe com uma suposta “carência” de características necessárias para a liderança, porque as mais importantes podem ser desenvolvidas a partir do momento em que você decide encarar o desafio de liderar. O bom líder é aquele que tem propósito e valores claros, que escuta as pessoas, que procura ser empático com elas e compreender seus valores e ideais, que reconhece seus erros e pede desculpas quando necessário, que procura flagrar as pessoas fazendo algo bom e as reconhece por isso; que agradece quando recebe feedbacks, ainda que negativos, que sabe delegar, que pratica feedback sincero e honesto com sua equipe, que usa o erro como oportunidade de aprendizagem, que honra os compromissos assumidos, que atribui o mérito dos resultados à sua equipe, que assume a responsabilidade quando algo sai errado, que cria um ambiente onde as pessoas se desenvolvam e usem o que têm de melhor em beneficio de todos, e que trabalha para tornar-se gradualmente desnecessário, formando pessoas e profissionais autônomos e resilientes.

Isso não se aprende na faculdade, e tampouco ninguém nasce sabendo tudo isso. Cada um desses comportamentos ou competências pode ser aprendido com dedicação, empenho, disciplina e coração (de líder), porque ninguém se torna líder apenas por receber uma promoção, ou por dizer “Eu quero me tornar um líder”. Pensar em tornar-se um líder sem agir para que isso aconteça é o mesmo que tentar aprender a nadar lendo um manual de instruções.

Portanto, a jornada para tornar-se um líder carismático passa por desejo sincero, esforço concentrado, persistência e muita prática até que os resultados apareçam, portanto, nunca deixe de tentar tornar-se cada dia mais qualificado para a liderança.

*Marco Fabossi, Sócio-diretor da Crescimentum – Alta Performance em Liderança, é Conferencista, Consultor, Coach Executivo e Coach de Equipe, com foco em Liderança e Coaching. Graduado pela FEI, com especialização e MBA pela Fundação Getúlio Vargas. Autor do Livro “Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach” .Criador e Mantenedor do Blog da Liderança www.blogdofabossi.com.br