Organize sua vida profissional para ter sucesso!

 

Kalinka Carvalho*

Assim que terminamos a universidade queremos começar a trabalhar e aplicar tudo que aprendemos. Para alguns, o caminho pode ser mais fácil para outros um dilema. Com a organização da carreira você minimiza o tempo e reduz custos. Pense nisso!

Siga abaixo o passo a passo para organizar sua carreira:

1º) Estudos

Terminamos o colégio e temos que decidir que universidade queremos fazer, ou seja, o que seremos pelo resto de nossas vidas. Decisão difícil essa. Enfim, fazemos testes vocacionais, conversamos com especialistas, familiares, amigos e decidimos o que cursar. Ao começar a universidade, alguns descobrem que não era bem aquilo que queriam e mudam. O estudo é importante para que você se prepare para o mercado de trabalho. A exigência por um diploma de curso superior é cada vez maior. Siga o ditado: “Trabalhe com aquilo que gosta e não terá que trabalhar um dia sequer na vida (Confúcio)”.

É muito comum se formar e não conseguir achar um emprego na área de formação. Se esse for o seu caso e mesmo assim precisa começar a trabalhar, use a estratégia de encontrar um trabalho em uma empresa, que tenha haver com a sua área. Exemplo: você se formou em publicidade, mas não consegue emprego de jeito nenhum, que tal tentar a recepção de uma agência? Você fará contatos e poderá futuramente conseguir algo maior lá dentro. Também é importante que durante a faculdade você procure um estágio na sua área assim quando terminar é possível que já tenha um emprego efetivo garantido.

2) Plano de Carreira

Muitas pessoas nem sabem como começar. O Plano de Carreira pode ser feito mesmo antes de você começar a trabalhar, na própria faculdade. Faça o seu e coloque em seu plano aquela empresa que almeja trabalhar. Como quer ver seu futuro profissional daqui a 3, 5 ou 10 anos? O que fazer para chegar lá? Sonhe e Idealize. Quando colocamos no papel as metas, os objetivos ficam mais fáceis de ser alcançados. Estabeleça suas próprias metas, elabore seu plano de ação para chegar ao seu objetivo. Ao fazer o plano descobrirá coisas que nem sabia sobre você mesmo, reconheça seus talentos, habilidades, seus defeitos e pontos fracos. Trabalhe naquilo que não é tão bom e boa sorte.

3) Currículo

Mantenha sempre seu currículo atualizado. Cada vez que fizer um curso novo, ou de 3 em 3 meses abra e reflita se seus objetivos continuam os mesmos, quais cursos fez para chegar mais próximo desse objetivo. Mantenha também seu currículo virtual atualizado. O Linkedin, por exemplo, tem sido usado cada vez mais pelos recrutadores alem disso você cria uma rede de contatos profissionais, onde você pode ser indicado para trabalhar ou indicar alguém.

4) Redes Sociais

Em redes sociais como Facebook, Twiiter, entre tantas outras, você é o que você posta. Tome cuidado! Atualmente os empregadores analisam redes pessoais para verificar o perfil no candidato. Evite fotos comprometedoras ou ousadas nas redes, não fale mal da antiga empresa ou do seu chefe. Caiu da rede, todo mundo pode ter acesso.

5) Imagem pessoal e profissional

A vida não deveria ser dividida em vida profissional e pessoal, afinal é apenas uma vida. Nos não mudamos quando somos pessoa ou quando somos profissionais. Continuamos com o mesmo caráter, as mesmas ideologias, os mesmos valores, enfim tudo. Equilibre a sua vida pessoal, pois ela é o espelho da vida profissional. O desempenho profissional e emocional caminha junto.

6) Networking

Amigos da escola, conhecidos do prédio, amigos da faculdade, do antigo trabalho, enfim todos fazem parte da sua rede de contatos. Mantenha sempre um bom relacionamento com todos, pois quando surgir uma oportunidade aquela pessoa pode lembrar você e te indicar para o emprego dos seus sonhos. QI (Quem Indica) é muito usado no mundo corporativo.

7) Organização

Organizar ajuda-nos a ver melhor as coisas. Não precisamos ser a pessoa mais organizada da face da terra, mas devemos encontrar um modo de nos organizarmos. Algumas sugestões:

– Tenha uma agenda e programe seu dia, inclusive as atividades de lazer, as pausas para alimentação e descanso.

– Faça listas do que precisa, para não esquecer de comprar ou fazer (tarefas diárias e semanais).

– Faca backup de suas coisas para não perder.

– Mantenha sua mesa em ordem, ela é reflexo do seu tipo de trabalho. Segundo o feng shui nossa mente é capaz de produzir mais e melhor quando o nosso ambiente físico está organizado.

– Chegue 15 minutos antes sempre, evite imprevistos.

– Estipule horário para ler os e-mails e retornar ligações.

– Escolha seus sites e programas de TV prediletos e de qualidade para se manter informado.

– Escolha uma atividade física para realizar, pode ser dança, luta, correr, nadar, andar de bike. Mexa-se!

– Organize seus arquivos impressos ou virtuais.

– Evite procrastinar, os problemas e tarefas não desaparecem.

– Aprenda a dizer não: você não é obrigado a aceitar todos os convites que recebe.

– Peça ajuda, esse é um passo importante para ter mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

– Vá ao medico e tire folga.

– Avalie se o emprego compensa.

8) Finanças

Para que tudo de certo em sua carreira você deve manter suas finanças organizadas. Elabore uma planilha de receitas e despesas, assim verá quanto precisa ganhar para se manter. Lembre-se sempre de manter uma reserva para imprevistos. Analise seus gastos e veja o que realmente é necessário? Verifique as datas de vencimentos e como o banco pode te ajudar nas transações e pagamentos para não se preocupar e não atrasar as contas.

E ai? Comece agora mesmo a organizar sua vida profissional e boa sorte!

*Kalinka Carvalho – kalinkacarvalho.com.br – é publicitária, Personal Organizer, Produtora de Eventos e Consultora de Marketing. Escreve para os blogs Papo Universitário e Mercado Executivo.


Vídeo recomendado:

O que considerar quando estiver em busca de um novo emprego?

Ruy Shiozawa, CEO do Great Place to Work, dá suas dicas para quem está no momento de transição de carreira.