Os malefícios das crenças limitantes

Clodoaldo Araújo*

Ao longo da vida, há influência positiva e negativa de pessoas, como também de situações vivenciadas no dia-a-dia. Deste modo, é normal que sejam formados modelos mentais e percepções do mundo, entretanto, que nem sempre correspondem à realidade. Assim nascem as crenças limitantes, ou seja, quanto mais submetidos a experiências ruins, mais acumulama-se uma imagem mental negativa sobre si mesmo e sobre todos.

Na infância, por exemplo, se um pai diz a seu filho que ele é fraco e incapaz ou o compara com um irmão mais forte, muito provavelmente esta atitude sabotará sua autoestima e o deixará mais inseguro em suas ações. Este patrocínio negativo, especialmente ao longo da infância, é determinante para a formação da criança e da visão que ela tem de si mesma, uma vez que neste período, os pais são suas principais referências e suas palavras e ações têm um peso muito grande.

Portanto, é necessário que haja uma resignação de prioridades na vida do indivíduo que foi afetado indireta ou diretamente por crenças que a fizeram parar no tempo. Eis alguns exemplos dessas crenças superficiais:

– “Não tenho jeito para isso”

– Eu não posso / não consigo / não sei fazer isso”

– “Não sou bom o suficiente”

– “Nunca vou conseguir alcançar meus objetivos”

– “Sou muito velho para isso”

– “Não é possível viver do que se ama”

Uma crença é um estado mental em que a pessoa acredita sem nenhum questionamento de que é algo seja verdade, mesmo que isso não tenha nada a ver com a realidade em si. Neste estado ela envia sinais congruentes para o cérebro, sem deixar nenhuma dúvida. Se você acredita em possibilidades, é isso que você encontrará em seu caminho.

Não é porque alguém disse que você é incapaz que isso é verdadeiro. Não é porque um relacionamento não deu certo uma vez, que toda vez será igual. Não é porque tudo ainda não está como queria em sua carreira e vida pessoal, que não vai conseguir. É muito importante ter esta consciência e buscar ser mais otimista em relação a si mesmo.

*Clodoaldo Araújo, gestor em Estratégia de Negócios


Vídeo recomendado:

Administração do Tempo

Julio Amorim dá 4 dicas preciosas que irão te ajudar no gerenciamento de atividades e tornar seu vida profissionais mais produtiva.