Receba a Newsletter

Artigos

Quer ter satisfação em suas atividades?

Publicado em: 12 de março de 2018 às 7:33 am   /   by   /   comments (0)

Nelson Fukuyama*

Quantas e quantas vezes você perguntou para um amigo ou conhecido “como está a sua vida?” e ouviu como resposta “mais ou menos” ou “nada bem” ou ainda “as coisas não estão como eu gostaria”.

Infelizmente é uma constatação, muita gente anda infeliz com o que está fazendo. Elas podem até não reclamar da situação, mas basta uma pergunta e você ouve que não estão satisfeitas com a empresa, com o chefe, com o trabalho, com o salário, com a faculdade, com o futuro, com as pessoas, enfim.

Assim, esse estado de insatisfação acontece e independe da quantidade de atividades que alguém faz, do retorno financeiro que se consegue, da quantidade de títulos acadêmicos que se tem, do nome da universidade ou da escola que alguém frequentou ou frequenta, da quantidade de amigos influentes, nem do produto ou serviço que representa.

Pensando nisso, gostaria de deixar aqui apenas duas perguntas que, dentre outras, eu considero importantes para se atingir a tal satisfação.

1. Você tem certeza de que está na profissão certa?

2. A sua atividade atual é de fato aquela que você queria para sua vida?  A empresa em que você está trabalhando ou o seu negócio próprio são de fato aquilo que você queria?

Bom, se você der uma resposta negativa para essas duas perguntas é sinal que você já encontrou os motivos da sua insatisfação atual na vida profissional.

Isso não quer dizer que você deva sair “chutando o balde”. Antes disso, você tem que refletir bem sobre a situação. Pode ser que a sua insatisfação seja momentânea, isto é, sua empresa/negócio pode estar passando por um momento financeiro complicado e isso acaba criando aquela sensação de que tudo está perdido. Você então tem que considerar se vale a pena esperar/investir mais um pouco de tempo.

Agora, é preciso agir. Como? A minha melhor recomendação é que você comece a dar os primeiros passos para MUDAR, dar uma reviravolta em sua vida profissional. Quando chega a uma situação assim, muita gente costuma partir para as alternativas.

Sair em busca de uma nova carreira, sendo que em muitos casos muitos acabam se dedicando a um hobby como forma de se satisfazer na vida.

Sair em busca de uma nova empresa ou negócio que traga satisfação para você.

O que não pode é deixar o tempo passar e viver choramingando junto às pessoas mais próximas dizendo que a situação está ruim.

Então? Vamos seguir em frente?

*Nelson Fukuyama é Editor-Chefe do portal Dicas Profissionais e também Colunista dos portais Carreira&Sucesso da Catho Online, Revista Atitude Empreendedora e Administradores para os quais escreve sobre as suas experiências como consultor e executivo de empresas nacionais e multinacionais.