Casual Friday: ainda não é fim de semana

Camila Teixeira*

Casual Day ou Casual Friday é basicamente aquele dia no qual o dress code do seu ambiente de trabalho é um pouco menos formal. Preste atenção: UM POUCO MENOS FORMAL. Tudo bem que sexta é QUASE fim de semana. Mas ainda não é. Então, faça esse último esforço para finalizar a semana com chave de ouro, tire o pijama e não coloque outro.

Você ainda quer ser levado a sério por mais essa jornada de trabalho. Pois, convenhamos que se a empresa adotou o Casual Friday, quer dizer que nos outros dias da semana o dress code não é casual, certo ? E pra reforçar, se a empresa se preocupou em ter um dia específico no qual os funcionários podem ir trabalhar um pouco menos formais, quer dizer que a forma com a qual o funcionário se apresenta importa para a empresa, concorda?

Então, para não escorregar, te faço uma pergunta simples? Você sabe se a empresa para qual trabalha possui um manual de dress code? Caso possua, você já o leu? Se a sua resposta foi negativa, entre em contato com o RH. Por mais que a empresa não tenha um manual, devidamente escrito, essa pessoa saberá te informar melhor como proceder nesse quesito. E não é vergonha nenhuma não saber e buscar informação sobre o assunto pois, já ouvi casos de pessoas capacitadas não receberem promoções por errarem frequentemente nas escolhas dos looks nesses dias mais “relaxados”. Você representa sua empresa sempre, pode precisar comparecer a uma reunião de última hora ou um cliente aparecer sem avisar e você ser pego desprevenido (a).

Por isso, deixo a seguir algumas dicas para acertar nas escolhas e ainda assim aproveitar a sexta-feira confortavelmente como um dia de trabalho produtivo mas sem relaxo demais:

– Não use nada mais revelador ou justo do que você usaria nos outros dias da semana;

– Vai usar um jeans? Para não errar, prefira uma lavagem escura e sem frescura;

– Meninos, uma pólo é melhor do que uma camiseta;

– Observe se sua roupa está limpa, se não está muito puída, sem tem manchas ou furos;

– Sua lingerie não é pra ser vista no escritório. Nem mesmo um pedacinho. Nem nenhuma parte da sua cueca;

– Se você não tem muitas peças ou não quer investir muito no guarda-roupas corporativo, opte por peças clássicas e neutras. Elas combinam mais facilmente entre si;

– Rasteirinhas, sandálias ou chinelos estão fora de questão. Qualquer que seja seu local de trabalho, pé não é algo pra ser revelado;

– Tênis esportivos, estão fora da lista também. Os homens podem dar preferência para um tênis social ou o sapato, podendo ser no caso, algo menos formal. E as mulheres podem fazer uso das sapatilhas ou sapatos de salto baixo. Para o dia a dia, sapatos de salto muito alto também não são indicados. Prefira deixá-los para eventos sociais;

– Cuide da sua higiene pessoal: cabelo limpo e penteado, maquiagem simples e barba bem cuidada. Atenção com as unhas também;

– Camisetas com frases engraçadinhas e do seu time do coração, ficam em casa;

Bom, poderíamos rolar a página infinitamente com muitas dicas, mas deixo como principal e final dica o uso do nosso velho amigo, O BOM SENSO.

E se você tem alguma dúvida específica, pode me mandar no e-mail camila@fitconsultoriadeimagem.com.br que te retornarei com prazer.

Beijos e até a próxima!

*Camila Teixeira, Consultora de Imagem responsável pela FIT Consultoria de Imagem. Este artigo foi publicado anteriormente no portal Carreira&Sucesso.


Vídeo recomendado:

Como se vestir para uma entrevista de emprego?

A consultora de imagem e estilo Lilian Lopes fala sobre a importância de se vestir adequadamente para uma entrevista de emprego e dá dicas para homens e mulheres.