Pages Navigation Menu

 

Você é um funcionário padrão?


 

por Nelson Fukuyama*

Algumas empresas costumam premiar seus funcionários baseado naquilo que eles adotam em suas posturas diárias no trabalho, que por sinal, elas mesmas criam e incentivam. Vale a pena lembrar algumas dessas posturas do “funcionário padrão”.

Nunca falte. O funcionário padrão nunca deixa de comparecer “ao serviço”, mesmo que seja para avisar que não vai ficar trabalhando naquele dia porque não está se sentindo bem ou porque alguém de sua família está doente. Para ele, é importante comprovar para a empresa que de fato ele não falta “ao serviço”.

Chegue sempre no horário. O funcionário padrão nunca chega atrasado “ao serviço” mesmo que haja uma greve geral de transporte em sua cidade. Ele poderá até ir trabalhar “a pé” para não deixar de cumprir seu dever.

Cumpra seu horário. O funcionário padrão cumpre religiosamente o seu horário de trabalho, iniciando no horário determinado e literalmente “largando” o seu instrumento de trabalho, lápis ou a caneta religiosamente no horário de encerramento do seu expediente sem nenhum minuto a mais.

Atenda suas metas. O funcionário padrão atinge todas as metas que foram estabelecidas para ele chegando até a receber premiações por isto. Mas, sempre, exatamente de acordo com o que for estabelecido para ele.

Diga “sim” para tudo. O funcionário padrão nunca reclama de nada, nem questiona nada. Para ele, tudo está muito bom; nada precisa ser mudado, concorda com tudo. Aliás, para ele, tudo é uma grande oportunidade para a qual ele nem merecia estar recebendo.

As empresas gostam de premiar o funcionário padrão, porque ele está sempre interessado em ajudar a empresa a crescer.

Essa visão do funcionário padrão pode parecer estranha, ou até uma brincadeira, não é mesmo? Mas, se você pensar bem vai ver que é uma situação que acontece realmente no dia a dia no trabalho. E que você de certa forma deve procurar evitar, se quiser se sair bem na sua profissão e na sua empresa.

*Nelson Fukuyama é Editor Chefe do portal DicasProfissionais e Diretor da Yama Educacional. Todas as matérias refletem as suas experiências profissionais presenciadas durante anos como consultor e executivo de empresas nacionais e multinacionais